2012-05-22

"Testemunho: AXES Market"

Basicamente a empresa em questão (que vai mudando de nome/escritórios) gosta de usar mão de obra a custo 0, não gostou foi quando as suas práticas foram expostas neste blogue.
Coloca então uma providência cautelar que têm agora resultado:

Devido à ordem do tribunal que obriga à remoção dos comentários na página  "Testemunho: AXES Market" (decisão comentada em "Comunicado: Empresa ataca liberdade de expressão em Blogue dos Precários Inflexíveis"), o disco-bar tomou a liberdade de fazer uma cópia local dos mesmos.

Post em questão: "Testemunho: AXES Market"
Comentários 1
Comentários 2

A decisão do tribunal foi:
Apesar de reconhecer o “direito fundamental de liberdade de expressão e informação, cujo exercício não pode ser impedido ou limitado por qualquer tipo ou forma de censura”, o tribunal sustenta que “tal direito de informação e crítica não é ilimitado”, na medida em que colide com o direito que os visados têm “a ver respeitada a sua honra”. Conjugados os dois lados da questão, o tribunal considerou excessivo o pedido da empresa para que tais comentários fossem eliminados. Mas determinou a “suspensão ou ocultação” dos mesmos, estipulando uma multa de 50 euros por cada dia de atraso no cumprimento desta decisão. 






EDIT1 (Pedro): o texto copiado não fazia parágrafo, corrigido.

1 comment:

Graza said...

Um cumprimento especial por ter sido um dos blogues que atribuiu importância ao processo dos Precários Inflexíveis. Fiz um resumo de alguns que encontrei por achar que a união faz a força:
http://rendarroios.blogspot.pt/2012/05/toque-rebate-na-blogosfera.html
Saudações.