2013-01-24

Linux/Fedora 18 performance tips

Devido à natureza 'experimental' (no sentido de: pode não funcionar como esperado), os passos seguintes devem ser apenas seguidos por utilizadores AVANÇADOS.

Ou seja: que saibam editar ficheiros no terminal virtual, SEM AMBIENTE GRÁFICO, e sabem recuperar sistemas a partir de uma pen live.

TODOS OS OUTROS UTILIZADORES SE DEVEM ABSTER DE SEGUIR AS ALTERAÇÕES ABAIXO.

Obrigado.

Tip #1:

Tip #2:
Tip #3:
  • se tiverem UPS ou nunca tirarem a bateria do portátil: desativem opções de segurança contra cortes de corrente/consistência do filessystem em prol de performance:
    • para a partição / (root) e /home (se a tiverem):
      • desativem as barriers ( opção "barrier=0" no /etc/fstab )
      • aumentem o tempo de commit (opção "commit=60" no /etc/fstab )
      • activem o writeback, nomeadamente:
        • partir de um CD ou pen USB (apenas necessário na partição de root): tune2fs -o journal_data_writeback /dev/sdaX (onde X é o id da partição de root )
        • opção "data=writeback" no /etc/fstab, para a / e /home
 Tip #4:
  • se tiverem memória 'suficiente' e um disco lento, desincentivem o Linux a pôr coisas na swap:
    • colocar, em /etc/sysctl.d/swappiness.conf :
      • vm.swappiness = 40 (o valor por omissão é 60)

2013-01-22

StarCraft II: Heart of the Swarm desaponta



Mais uma vez, Blizzard desaponta nos seus CGI.

Ainda por cima num jogo cujo modelo está claramente ultrapassado. Onde estão os "buy facebook credits for 10% more zergling attack power", ou o like ao lado do terran marine? Onde está a construção de uma base usando o comando da Wii, ou a possibilidade de mandar construir 27 protoss zealots mostrando uma foto do Sintra no Instagram?

Blizzard fails once again.

Btw, Starcraft II: Heart of the Swarm sai no início de Março 2013.

2013-01-21

Neanderthal em NY

George Church, geneticista americano e um dos principais investigadores que, no projecto do genoma humano, mapeou o ADN da nossa raça, veio recentemente dizer que procura uma "mulher aventureira" para clonar um Neanderthal, inserindo material genético recuperado de um Neanderthal, e enganando um óvulo para gerar uma vida com o material genético de apenas um progenitor. Ou seja, clonar um "puro sangue" Neanderthal .

Eu podia entrar pela vertente ética, ou moral desta afirmação, mas não vou. Vou antes tentar demonstrar o porquê de esta ideia ser muito má.

O Neanderthal médio teria cerca de 1,70m. Maiores articulações, ossos mais densos. Omoplatas 10% maiores que as nossas, que permitia mais suporte muscular. Mas não só, ao ter antebraços mais curtos, ombros maiores e suportes musculares massivos é estimado que um "aperto de mão" destes nossos primos teria duas vezes mais força. Um neanderthal, do mesmo tamanho de um sapiens teria à volta de 10kg mais em músculo.


Ok, mas eles ficaram extintos, certamente o nosso intelecto foi superior não?

Embora haja registos de fogo a ser usado por h.erectus há 1.6 milhões de anos, quando esse mesmo hominídeo começa a sair de África, não trouxe esse mesmo fogo consigo (ou seja, sai de áfrica para climas mais frios - "esquece" de trazer fogo - ou por outras palavras, usava o fogo ocasionalmente). O nosso primo Neanderthal fazia fogo regularmente a partir de 300.000 A.C, enquanto que, nos locais onde o Neanderthal não colocou os pés, os registos de fogo produzidor por hominídeo só começam hà 200.000 A.C.

O primeiro instrumento musical do mundo, uma flauta feita de osso, foi encontrada entre vestígios de Neanderthal.


O Neanderthal enterrava os mortos ritualmente (há inclusive vestígios de pólen! Colocava flores junto aos seus mortos), e cuidava dos seus mais idosos. Foi só após do contacto entre as duas "espécies" que o sapiens adopta os mesmos costumes.

Por fim, eram guerreiros muito mais violentos que o Sapiens. Os primeiros a queimar pontas de lanças para conseguir uma melhor arma, há inúmeras ossadas que mostram ossos partidos, mutilações, e feridas causadas por ponta de pedra.

Vamos resumir então:
Domina fogo, arte, religião e guerra antes do Sapiens.
Mais forte, mais rápido, mais astuto.
Não existe hoje, provavelmente devido a factores genéticos (absorvido, cruzamentos entre Neanderthal e Sapiens gerava um Sapiens, como mostra a criança do lapelo, ou o facto do gene do cabelo ruivo ser 100% originário do Neanderthal.)


O senhor George Church quer então ressuscitar o "super-homem" para os dias de hoje?

2013-01-18

Vídeo: même "Technoviking" + contexto

All hail todos os même lovers, aqui está um 'novo' même, 4 minutos de pure mêmeness!

Tem de ser visto os 4 minutos, saltando o vídeo não tem piada, é a sequência toda que tem piada.




Um gajo que podia ser um viking numa 'Fuckparade' (?) em 2000, a fazer a música musicar ao ritmo da sua dança, e a aceitar oferendas de diversos meros mortais, enquanto espalha a sua infindável e rítmica magia :p

Voltou a ser viral devido a, 13 anos depois, o homem estar a processar o autor do vídeo.

explicação completa e contexto: http://knowyourmeme.com/memes/technoviking

2013-01-14

Tentativa #1 de como receber MMS no Android sem plano de dados

O objectivo deste post é detalhar um método de não conseguir separar MMS e dados. Isto porque o método em baixo deveria funcionar -- e funcionava mais ou menos em telemóveis anteriores -- mas não funciona agora.

Por omissão, Android não diferencia entre APN de Internet e de MMS, de tal forma que por omissão só existe um APN, na Vodafone:

Name: Vodafone Net2
APN: net2.vodafone.pt
Proxy: iproxy.vodafone.pt
Port: 80
Username: vodafone
Password: vodafone
Server:
MMSC: http://mms.vodafone.pt/servlets/mms
MMS proxy: iproxy.vodafone.pt
MMS port: 80
MCC: 268
MNC: 01
APN type: defaul,supl,mms 

No entanto, ligar os dados implica que todas as aplicações em background vão tentar aceder à Net.

Temos a hipótese de "Restringir os dados em segundo plano" que efectivamente garante que apenas as apps que estão em primeiro plano têm acesso à Internet -- o efeito disto em MMS é, suponho, que é preciso ter a aplicação das Mensagens aberta para as conseguir receber (o que é possível fazer, desactivando a opção "Retoma automática" ou "Recuperação automática" nas opções do telemóvel: assim a aplicação só tenta fazer download do MMS quando pedirem).

Mesmo assim, algumas aplicações ignoram esse pedido de só usar a Internet quando se encontram em primeiro plano (exemplo, Facebook Messenger (não verifiquei pessoalmente, no entanto)).


De qualquer maneira, caso queiramos ter uma clara separação entre MMS e Internet (notar que no Vodafone Net2 é usado um proxy e nos abaixo não) basta adicionar dois APN.

Name: Vodafone MMS
APN: vas.vodafone.pt
Proxy: iproxy.vodafone.pt
Port: 80
Username: vas
Password: vas
Server:
MMSC: http://mms/servlets/mms
MMS proxy: 213.030.027.063
MMS port: 8799
MCC: 268
MNC: 01
APN type: mms 



Name: Vodafone Internet
APN: internet.vodafone.pt
Proxy:
Port: 80
Username: vodafone
Password: vodafone
Server:
MMSC:
MMS proxy:
MMS port:
MCC: 268
MNC: 01
APN type: defaul,supl


Podemos então remover o Vodafone Net2 ou então remover "defaul,supl,mms" do APN type dele.


Agora para o que não funciona. Em teoria, em vez de adicionar o Vodafone Internet devíamos poder acrescentar um APN falso para ter MMS mas não Internet, conforme o exemplo abaixo.


Name: FAKE
APN: 127.0.0.1
Proxy: 127.0.0.1
Port:
Username:
Password:
Server: 127.0.0.1
MMSC:
MMS proxy:
MMS port:
MCC: 268
MNC: 01
APN type: defaul,supl


Infelizmente, tal não funciona. Não tenho Net, como pretendido, até receber ou enviar uma MMS. A partir daí fico com Net no telemóvel.

Faltou experimentar ter apenas o Vodafone MMS como APN mas creio que o problema se encontra no facto de a partir do momento que um APN se encontra configurado todos os acessos são possíveis a partir dele. De qualquer maneira, como não me apetece configurar um APN do zero sempre que quero ir à Internet não o experimentei: ando com os dados desligados e com a opção "Restringir os dados em segundo plano" selecionada. Sempre que quero enviar e receber uma MMS, ligo os dados manualmente.


Fontes:
http://myhowtosandprojects.blogspot.pt/2012/04/configuracoes-3g-e-mms-portugal.html
http://code.google.com/p/cyanogenmod/issues/detail?id=3241#c100
http://forum.zwame.pt/showthread.php?t=596505&page=186
http://www.androidpt.info/index.php?title=Vodafone

2013-01-11

o chat do fb suka de crl






qaedffvrwsogeahawse


E aproveito tbm para dizer que o blogger suka de alto e por extensao a google devia apanhar no cu.

Eu e o Knight tivemos um minichat sobre umas musicas, e mais tarde vim a descobrir que o fb decidiu que algumas das palavras que usamos sao abusivas ou spam. What? Basicamente o comentario censurado do Knight foi algo como "ja a primeira tava fixe" e o meu comentario censurado dizia algo como "esta ja nao sei bem dizer".
Mas porque merda nos censuram os nossos chats? Isto nao eh publico! Nao tem nada de anormal, simplesmente 2 gajos a trocar um pouco de conversa...

Quanto ao blogger sukar:
"O navegador detetado não é compatível e poderá originar comportamentos inesperados.
 Selecione um navegador na nossa lista de navegadores compatíveis para obter uma experiência otimizada."
Usam as novas regras do portugues so para voces verem. Mas o pior de tudo foi nao me deixarem justificar ah esquerda a primeira linha de texto. Dai ter aquele spam no inicio.

Estou chateado!





2013-01-08

O Futuro hoje, temperatura 0

Acabei de ler um artigo (e reler o mesmo em vários sites) e estou abismado.

Banzado mesmo.

Como sabem, existem várias escalas para medir a temperatura.
Temos os ºC, usados cá pela Europa.
Temos os ºF, usados em meios industriais (e ouvi dizer, também naquela ilha à beira da França).
Temos o "frio para carago" e "brasa de calor", usado no meio Português.
E temos os K (Kelvin), usado no meio científico.

Ora, é sobre os Kelvin que quero falar. Como bem sabem (ou passam a saber), O Kelvi começa no 0 (Zero absoluto) e vai subindo por aí a cima, sendo o 0 absoluto a temperatura mais baixa possível em que a entropia chega ao mínimo. O que é a entropia? Acho que a imagem explica bem:

Podemos considerar a entropia como ordem. Em Zero absoluto, a entropia do sistema está no mínimo. Não há movimento, nada, rien de rien. Conforme se adiciona energia\calor ao sistema, começa primeiro a haver ligeiro movimento das partículas, ganhando entropia, até se chegar ao caos absoluto.

Mais interessante ainda, como sabem, o calor desloca-se do sistema mais quente, para o sistema mais frio. Exemplo? A Lareira na sala, o calor vai sempre da lareira para a sala, aquecendo a mesma, ou quando se junta água quente a água fria. O objectivo destes sistemas é sempre o mesmo, a energia desloca-se até se chegar a um ponto de equilíbrio.

O artigo que falava no início deste post (para quem ainda está a ler e não adormeceu) revela que um grupo de cientistas conseguiu alcançar temperaturas abaixo de 0K, Ou seja, algo parecido com -0.000002K. Até aqui sem stress certo? O problema é o resultado:

Este sistema (de átomos de potássio) comporta-se normalmente a 0 K. Ou seja, recebe energia do exterior (visto tudo à sua volta ter maior "temperatura"). Até aqui tudo bem. Assim que o sistema chega a Kelvins "negativos", deixa de receber energia, e começa a emitir energia! Mas não só, a sua entropia começa a aumentar! 

Ou seja, e resumindo para dummies. É tão frio, tão frio, que começa a emitir calor!


Podem ler o artigo em todo o lado pelas internets, ou na revista Science de 4 Jan, ou aqui.
Teoricamente, não quebra isto a 1ª e 2ª lei da Termodinâmica? E máquinas de movimento perpétuo? E energia ilimitada? E, e, e.... desisto, alguem me explique isto. 




2013-01-05

Alguém acorde, Ficheiro SAF-T e privacidade



Para quem não sabe, estou a trabalhar na área de software de gestão, e como tal, os meus últimos meses têm sido vividos um pouco à volta do ficheiro SAF-T.

Antes de mais, o que é um ficheiro SAF-T e a certificação de documentos:

Um software certificado coloca uma assinatura digital nas suas faturas, que, sem vos aborrecer com os detalhes técnicos, garante que a fatura não é modificada depois de emitida. 
O ficheiro SAF-T era, até 1 de Janeiro de 2013, um ficheiro de auditoria, que era fornecido ao inspector das finanças nos (muito raros) eventos de inspecção das finanças. Este ficheiro sozinho garante que a empresa não foge aos impostos (cruzando com dados multibanco e bancários), não altera os valores e dados das suas faturas e é ainda possível conferir mais uma série de dados. Os ficheiros SAF-T são gerados no momento, e podem ser gerados para períodos de tempo diferentes (1 ano, 1 mês, etc)

O que está dentro de um ficheiro SAF-T? 

  • Os dados gerais da empresa (morada, nome, nif, conservatória, etc)
  • Dados de todos os clientes da empresa (Nome, morada, contacto telefónico, email, nif)
  • Informação de todos os produtos ou serviços vendidos pela empresa (referencia, designação do produto)
  • Dados de faturação (para cada fatura:  data, hora, cliente e nif do cliente, produtos vendidos, valor, valor de iva, etc, etc)
O que acontecia até 1 de Janeiro ? Muitas empresas usavam os talões e vendas a dinheiro, cujo cliente é "consumidor final" e o nif é 99999990, ou seja, informação genérica.


O que aconteceu em 1 de Janeiro? Muito:
  1. Toda e qualquer transacção tem de ter emissão de fatura. Ou seja, os dados da fatura passam para o saf-t com o nº de contribuinte e nome do cliente. Existem as faturas simplificadas que podem ser feitas a um "consumidor final" mas podem ser usadas em apenas casos restritos
  2. Todos os SAF-T de todas as empresas nacionais são enviados para as finanças mensalmente
Vou dar um exemplo:
O Sr. Foo acordo num belo dia de férias de verão. Toma o pequeno almoço no café da esquina (fatura 1) e vai ali á sede do partido X pagar a sua cota mensal (fatura 2). Passa pelo templo da sua religião e paga o dízimo (fatura 3). Almoça no seu restaurante favorito (fatura 4), vai ao cinema ver um filme  (fatura 5), compra 2 "brinquedos" na sexshop da esquina (fatura 6) e janta uma mariscada á beira mar (fatura 7).

No fim do mês, as 7 empresas envolvidas no dia do Sr. Foo vão enviar o ficheiro SAF-T para as finanças, e lá vai a informação:
  • O que o Sr. Foo comeu nessa manhã, a que horas e em que local.
  • Qual a sua filiação política, e onde costuma pagar as cotas. 
  • A sua religião.
  • O que almoçou, a que horas, e em que local.
  • Que viu o filme Y.
  • Comprou "brinquedos" na loja tal.
  • Jantou uma mariscada, a que horas e em que local.
Isto num dia. Ao fim de um mês, passam a ter os hábitos de cada cidadão, ao fim de um ano? Têm na mão a vida de uma pessoa. Querem mais? Dois informáticos acabados de sair do curso, com acesso a estes dados rapidamente conseguiam fazer cruzamento de dados. Cruzando por exemplo, o Sr. Foo com a sua esposa, Sr.ª Boo:
  • Tomou o pequeno almoço com a esposa, pois foram 2 cafés e 2 croissants, isto porque a Sr.ª Boo comprou a "Maria" 30 minutos depois no quiosque a 50M do café. (todas as transacções têm de ter uma fatura, tudo é seguido)
  • Ela não pagou cotas políticas ou religiosas, o Sr. Foo está nisso sozinho. (cruzamento das faturas do Sr. Foo e Sr.ª Boo)
  • Não almoçaram juntos. Almoço foi 1 menu MacDonalds do Sr. Foo  e a Sr.ª Boo tem uma fatura de almoço no mesmo dia a 150km de distância.  (cruzamento das faturas do Sr. Foo e Sr.ª Boo)
  • O filme era sobre che guevara. Isto, aliado á filiação política e religiosa torna o Sr. Foo alguém a seguir no futuro. (Descrição dos artigos vai no ficheiro SAF-T)
  • A Sr.ª Boo continua com faturas a 150km de distância, os "brinquedos" e a mariscada para 2 ao jantar sugerem uma amante.
E se o Sr. Foo fosse o líder da oposição? Ou dono de uma empresa a concorrer num negócio do estado? Ou o presidente da república? Ou juiz num processo contra um deputado do partido do governo? Sou apenas eu que vê o PERIGO no envio de todas as faturas emitidas em portugal, mensalmente para o estado?

E quem tem estas bases de dados? É uma empresa privada? Quem está à frente disto, quem vai garantir a privacidade dos dados? Alguém acorde por favor, alguém nos defenda!

Os meus receios não ficam por aqui.O ficheiro SAF-T é guardado em plain text! Um curioso informático que ligue o wireless no centro comercial quando a farmácia está a enviar um saft apanha isto(parcial, o ficheiro saf-t inclui, por exemplo, os dados do customer 149):


SystemEntryDate>2012-12-14T19:27:53
        CustomerID>149
        ShipTo />
        ShipFrom />
        Line>
          LineNumber>1
          ProductCode>177
         ProductDescription>Viagra
         Quantity>1
          UnitOfMeasure>Un
          UnitPrice>370
          TaxPointDate>2012-12-14
         Description>Viagra
          CreditAmount>370



Isto não é só ridiculo como grave! Não vi um deputado falar sobre isto. Não vi ninguém preocupado com a constituição:

Artigo 35.º
Utilização da informática
 1. Todos os cidadãos têm o direito de acesso aos dados informatizados que lhes digam respeito, podendo exigir a sua rectificação e actualização, e o direito de conhecer a finalidade a que se destinam, nos termos da lei.
3. A informática não pode ser utilizada para tratamento de dados referentes a convicções filosóficas ou políticas, filiação partidária ou sindical, fé religiosa, vida privada e origem étnica, salvo mediante consentimento expresso do titular, autorização prevista por lei com garantias de não discriminação ou para processamento de dados estatísticos não individualmente identificáveis.
4. É proibido o acesso a dados pessoais de terceiros, salvo em casos excepcionais previstos na lei.

 Alguém acorde por favor, alguém nos defenda!

2013-01-01

Lucros privados, dívidas públicas: Banif episódio 1

Muitos não devem ainda saber, ainda mais porque a notícia é cobardemente comunicada no fim da tarde de 31 de Dezembro, mas cada português (desde as crianças aos reformados) acabou de contribuir com 110€ para "reforçar o capital" do Banif.

Honestamente, mete um bocado de nojo. Todos os portugueses sujeitos a IRS vão levar com uma taxa extraordinária de 3.5% já no salário de Janeiro, os reformados levam com os cortes nas reformas, o IMI sobe também, cortes na saúde, educação, segurança já foram contabilizados para 4.0 mil milhões de Euros em 2013.... e para quê? Para se cobrir o prejuízo de um banco PRIVADO.

Será  que da próxima vez que o banif distribuir dividendos vou receber também? É que ao preço das acções, só aqui por casa ficávamos donos de 2260 acções do Banif. Se os prejuízos desses fulanos é meu para carregar, então espero que os lucros o sejam também.