2012-05-23

Deus GrEx Machina

Enquanto os líders europeus fazem um "chamberlain" moderno e assobiam para o lado, o BCE (banco central europeu) injectou 100 mil milhões de euros nos bancos gregos para eles aguentarem a fuga dos depósitos por agora.

Alemanha negou hoje mudanças de política, visto estarmos "no bom caminho".
França pediu "Eurobonds" para os países do sul se poderem financiar, mais uma vez negadas pela Alemanha.
Os mercados e o valor do euro derretem entretanto, enquanto ministros das finanças europeus preparam planos de emergência.

Entretanto, uma saída da grécia do euro será algo como o "corralito" quando a Argentina fez default:

  • Bolsas de Nova Yorke fecham numa sexta feira. 
  • É anunciado a mudança de moeda.
  • Congelados levantamentos e depósitos bancários por 48 horas.
  • Tentativa de manter a ordem pública durante estas 48 horas, enquanto se recapitalizam os bancos, tentando impedir fuga de capitais.
  • Bolsas abrem em Wellington na segunda feira.
Daqui para a frente, será uma tentativa de conseguir dinheiro suficiente para continuar a pagar, e por esta ordem:
  • Militares
  • Polícias
  • Médicos
  • Professores
O bundesbank diz que o evento da saída será "manageable" (para a Alemanha imagino eu). Eu pessoalmente estou preocupado, Espanha, Itália, Irlanda e Tugalândia não estão de modo algum preparados, a não ser que o BCE já tenha ligado as máquinas de fazer dinheiro à algum tempo em segredo.




2 comments:

Pedro Francisco said...

grunf.... É tudo o que tenho a dizer.

Sintra said...

Epa, nada de sair do euro pra ja, tenho aqui uns euros que tenho que gastar primeiro!