2012-05-17

Corrida aos bancos, e o cavalo de Tróia

Começou um corrida aos bancos na grécia.

No início da semana, os gregos retiraram 700 milhões de euros das ATM e balcões dos bancos. Porquê? Porque se a Grécia realmente sair do euro é bem provável que a conversão seja tremendamente desonesta (para cobrir prejuízo dos bancos), e cada 1000 euros de saldo bancário fiquem a valer menos de 300 euros (em drachmas).

O problema que isto levanta é que o dinheiro hoje em dia é quase todo virtual. Enquanto que antigamente a moeda era "coberta" pelas reservas de ouro de um país, hoje é tudo virtual, o que faz com que os bancos gregos não tenha divisa impressa suficiente para cobrir uma corrida aos bancos por muito tempo, isto porque se estima que a quantidade de divisa impressa de reserva nos bancos gregos seja de 15 mil milhões de euros (enquanto que o total depositado é algo como 170 mil milhões).

O que me leva a pensar que brevemente seja anunciado (provavelmente numa sexta feira) um limite baixo para levantamentos na grécia, aliás, já há rumores de que o valor não será mais do que 50 euros por dia, por conta.

Entretanto, os gregos deixam um enorme cavalo de Tróia para a EU. O PM britânico estima que a saída da grécia do euro custe à União algo como 750 mil milhões de euros.


2 comments:

Sintra said...

shit is fucked!

Zeca said...

Portugal daqui a um ano....