2010-11-08

Daqui até Maio...

Supondo (e acho que é seguro fazê-lo) que Sócrates não chega a Maio, quem é que será o candidato do PS às legislativas?
Para mim, acho que será um destes senhores:

  • Francisco Assis - Homem do partido, animal político como há poucos em Portugal, sinceramente acho que se o PS o apresentasse a eleições seria uma manobra do "Socratistas" para não desgastar António Costa durante uns anos até o PSD implodir, outra vez.
  • António Costa - Again, homem do partido, apoiante e uma das caras da linha centrista e Guterrista e Ferrista e Socratista do PS, visto por muita gente como o sucessor de Sócrates, pode é não estar para se chatear uns anos na oposição.
  • Manuel Alegre - Para este Senhor chegar a líder do PS é porque as presidenciais lhe correram muito bem, mas não tão bem que as tenha ganho. Homem de esquerda, com convicções fortes e ilusão de ser bom poeta. Com ele ao leme seria de esperar portas abertas para o PCP e BE, e muitas dificuldades para um eventual governo de direita.
  • António José Seguro - Personagem meio obscura, dada pela comunidade blogger como candidato a candidato a líder do PS. Sinceramente duvido que o PS escolha uma personagem tão afastada dos holofotes mediáticos.
  • João Soares - Candidado à Ferro Rodrigues, homem do partido, já tentou e falhou chegar à liderança do PS, nos últimos tempos abaixou a bolinha, e parece que entrou nas boas graças dos Socratistas. A concorrer iria ter o apoio dos Soaristas todos, e eventualmente dos Socratistas, dificilmente chegava a primeiro ministro, mas é um bom cão amestrado para ficar na assembleia uns anos, enquanto que nas sombras se prepara uma liderança que passado uns anos ganhasse as eleições
EDIT: Nem acredito que me esqueci deste moço:

  • António Vitorino - Nos últimos anos, candidato a candidato de tudo o que meta PS. Outro candidato que tal como António Costa, não se deve chegar à frente, a não ser que muita coisa mude e a vitória do PS nas eleições seja possível. Actualmente dedica-se aos negócios e está ligado a coisas tão diferentes como escritórios de advogados e a Novabase. É também comentador político mais ou menos frequente na TV. Caso o PS ganhe as eleições é sem dúvida candidato a ministro: negócios estrangeiros, defesa, justiça ou administração interna
    a escolha seria dele.

Pode haver surpresas, Ana Gomes pode sair de Bruxelas e vir tentar imitar Dilma Roussef... Mas não creio... Assim como também não creio que o aparelho do PS voltasse a apostar em Sócrates que tem a imagem muito desgastada.

6 comments:

Hal said...

Pergunta pertinente. Talvez o Assis, imho.

Sintra said...

bleh, tanto faz vai dar no mesmo

Pedro Francisco said...

Não estou a ver o Manuel Alegre à frente do PS. E não ficaria muito entusiasmado com o João Soares nessa posição. Apenas por razões de não os conseguir ver nessa posição. Os outros não conheço para formular uma opinião...

Claymore said...

Vou mais com a cara do António José Seguro...
No entanto, não estou a ver o Manuel Alegre com bons olhos... é demasiado lirico. Não precisamos de poetas nem artistas, já temos muitos pensadores no nosso país. Precisamos de acção sem medo e tomadas de decisões dificeis e controveras. Precisamos de alguém que aguente manifestações e que faça o "politicamente incorrecto".
E de preferência alguem que não seja um pau mandado, pela elite obscura do país.

Peres said...

As pessoas gostam tanto do Assis como do Teixeira dos Santos, ele é a cara do governo no parlamento, se fosse eleito a nível interno, até um Aguiar Branco o batia.

Estou a ver sim um António Costa. Presidente de Câmara Popular, aparece na televisão, não está associado ao governo nem ás suas medidas, e tem sempre aquela coisa de ser "escurinho", sindrome Obama.

GodLikeCreature said...

Mas Manuel Alegre é o único que vejo no PS capaz de abrir portas para um entendimento com o BE e/ou PCP.
Quanto a António Costa, não está associado a que governo?, só se for a esta legislatura, porque o homem está enterrado até ao pescoço no Guterrismo e no Socratismo.

Eu estou bastante desiludido com todos os partidos de esquerda em portugal, desde que no inicio desta legislatura não conseguiram chegar a um acordo para formar governo, por isso mesmo preferia um líder do PS que fizesse alianças à esquerda, ou pelo menos tentasse. Quanto aos outros partidos de esquerda, lá chegarei...