2006-05-31

Hoje blogo eu

Pois é, hoje começam os exames... Malfadado dia. E nem é por isso que estou de mau humor. Siga.

Certas personalidades que permanecerão anónimas (e não é que me preocupe muito em preservar a privacidade delas... é que são muitas) dia sim, dia sim se "arrepiam" ou "chateiam" ou "qualquer coisa de negativo-am" com as minhas "piadas". A este parte queria chamar a vossa atenção para as aspas. As aspas indicam que as supramencionadas piadas só são, realmente, piadas para quem se queixa delas. Não me vou estar para aqui a queixar eu dessas figuras, já fiz isso noutro lado. Vou antes fazer outra abordagem ao problema.

Primeiro, uma pergunta: Por que diabo se indignam estes figurões com a minha insalubridez? É que se se tratasse de contar anedotas sem piada ou sem habilidade (o que acontecia com frequência, até que me convenci de que não tinha jeito para contar anedotas), ainda vai; o indivíduo estava à espera de se rir e a sorte traiu-o, "fico chateado, concerteza que fico chateado". Agora, se, porque lhe apetece, arbitram que o gajo à frente dele está a tentar ter piada e a falhar miseravelmente, que legitimidade têm eles de se vir queixar?

Segundo, e na sequência do primeiro, uma especulação: Será que é o desejo de ver os outros a falhar? Não pretendo criar a ideia de que é preciso imaginar que estou a fazer uma coisa que não estou a fazer para poder argumentar que falhei para me ver falhar; eu não falho menos que os outros, tenho até bastante má pontaria. A última vez que joguei aos dardos teria perdido por muito, se não tivesse tido de me retirar prematuramente do jogo a pedido do árbitro, que ia ficando com um olho a menos (E antes que julguem que estou a tentar ter piada isto aconteceu mesmo, no Egipto, em Agosto de 2005). Ou será que se prende mais com uma questão social, algo do género "Tenho que recalcitrar este gajo, senão pode ser que ocorra um cataclismo social qualquer"? Então agora é mau para a imagem não atacar quem não se rala grandemente com a imagem? Ou será antes uma questão de inveja?

Terceiro e último, e felizmente que isto já está a ficar maior que o que eu tinha planeado originalmente, outra questão: O que é que vocês acham?

22 comments:

obnibolongo said...

É que se se tratasse de contar anedotas sem piada ou sem habilidade (o que acontecia com frequência, até que me convenci de que não tinha jeito para contar anedotas)
Been there, do(ne) that :P

Já há muito tempo que não via este tema aqui.
Normalmente era um rant isolado meu.
Ou um desabafo com alguém.

Certas pessoas (outras, presumo), cuja privacidade irei manter, são demasiado finas para um tom de conversa ligeiro e levemente humorístico.

São usualmente pessoas perfeitas (AKA inseguras) que têm de atacar os outros para se fazerem notar.

Ou estão a tentar inserir-se num grupo que o comportamento típico é assim (been there done that) e extravasam esse comportamento para quem não tem esses desejos de encontrar um grupo de clones no qual se inserir.

Enfim, fases da vida.
Actualmente a minha resposta varia com a disposição. Ora me rio, ora me rio e respondo com quantas granadas faladas posso, sem parar de sorrir, ora ignoro o a pessoa em questão.

Saurnil said...

Muitas vezes acontece-me não conseguir ser descontraído, e por vezes sou mal interpretado. Acontece-me mesmo com pessoas amigas ou de quem me quero aproximar. Lamento qualquer inconveniente.

Não entendo por
:$

Saurnil said...

Bosta de teclado.

Saurnil said...

Bosta de mãos.

obnibolongo said...

(De notar que as pessoas a quem o meu comentário se aplica não lêem o blog)

Saurnil said...

Não entendo porque por vezes isso acontece. Entendia se fosse o caso de ficar nervoso por estar apaixonado, mas não é o caso. Quem me puder explicar, agradeço.

obnibolongo said...

Hum...
Simples.
Isso acontece-me sempre que estou com alguém que não conheço e quero à força causar boa impressão.

Cheguei à conclusão que quando não tenho nada para dizer ou fico calado ou sai merda.

Ultimamente tenho tentado estar calado ;)

Agora tento é estar à coca de conversas do grupo onde estou para que possa dar a minha opinião, se a tiver e se ocorrer a oportunidade, em vez de me forçar a dizer uma coisa qualquer estúpida.

Sintra said...

Então as pessoas arbitram que estás a tentar ser engraçado (ou a ter piada) e que estás a falhar miseravelmente, enquanto na verdade, não estás a ser engraçado?

o_O

DROOOOOOOOOOOOOGAS!

Mas a sério, isso é cómico. Pelo menos da perspectiva de uma terceira pessoa!
Isto até podia dar uma cena do gato fedorento:
"Estás a tentar ser engraçado!"
"Não estou nada!"
"Estás, estás!"
"Não!"
"Sim!"
"Não!"
"Sim, sim, sim, sim, sim, sim, sim!"
"... Eh..."
"AHA! Eu sabia que estavas a tentar ser engraçado!
Não tiveste graça nenhuma."

HAHA! E a cereja no bolo é eles se queixarem!
Bem, bem! Esse pessoal não regula bem, e deviam vir com um indicativo: "Pode prejudicar o ambiente social e causar danos cerebrais."

Por fim, o que eu acho?
Eu acho que sim!

Saurnil said...

Hmm... Eu acho que não.

Saurnil said...

Hmm... Eu acho que não.

Saurnil said...

Continuo a achar que não.

Saurnil said...

Pronto, não pressionem mais, SIM!

Saurnil said...

(E este foi mais um triste momento de tentar ter piada. Um momento fracassado, portanto. Embora não totalmente, eu ainda me ri-me um bocadinho. Pouco. Apenas sorri.)

obnibolongo said...

No comments :P

Sintra said...

Eu ainda esbocei um sorriso, e larguei uma baforada pequenina de ar.

A parte que tem mais piada é a tua auto-realização de que não tiveste piada.
E depois esta pérola: "ri-me um bocadinho. Pouco. Apenas sorri."
A minimizar a ocorrência. Genial.

Ah, e quanto a stressar na proximidade de pessoas, a melhor solução é te fartares de stressar. De repente reparas que não vale a pena e deixas-te de preocupar. Deixando de se preocupar, uma pessoa deixa de se stressar. Não te stressas, dás-te melhor.

101 da psiquiatria.

Next?

Saurnil said...

Um dia destes dou-vos um abraço. Prometo. Mas mais que isso já não prometo.

Saurnil said...

Agora que falas nisso, acho que já vi algo do género no gato fedorento, isso de "minimizar o acontecimento". Sinto um leve cheiro a plágio inconsciente. Estou desapontado.

obnibolongo said...

Isso é porque ainda não ouviste falar o grande projecto que está para vir, "O Fedor Que Miava"...

Isto sim é plágio :D

Sintra said...

Esse projecto é mais um daqueles pseudo-projectos, típicos do nosso grupo social... Tipo, vamos fazer isto e não sei que mais! E depois ninguem faz.

No entanto, já era altura de alguem plagiar a sério ou mesmo ridicularizar o gato fedorento.
Possivelmente até eles acabam por o fazer.

obnibolongo said...

Hum... Yah provavelmente...
Eu tenho a SIC, o AFC, o disco-bar, e agora o Fedor que Miava.
Provavelmente a unica concretização do show é em posts para o disco-bar a ocorrer, mas tenho perfeita consciência disso :D

Sintra said...

E esqueci-me de dar as boas vindas ao nosso novo poster...

Bem-vindo Arabian!

P.S.: sir spamalot, how dare you screw up the great and allmighty AFC??? I'm gonna hunt you down, eat your liver and sell your kidneys in the black market!

Saurnil said...

Não te conheço, Arabian, mas és bem-vindo.

Amigo de DiscoBariano, DiscoBariano é!

;-)