2005-07-24

*

Nos meus sonhos... és minha! Neste meu mundo, feito por mim, tenho-te e desejo-te tanto que, no fundo, este meu mundo é teu. Respiro o teu suave cheiro, delicio-me no delíquio dos teus lábios e desmaio perdido no teu corpo. Aqui, a eternidade demora o que a paixão quiser.

E como me sabe bem ter-te. Se te abraço, se te agarro, se te beijo... e se acordo?! São meros sonhos, simples entorpecimentos inconscientes, momentos esquecidos no mais utópico canto da memória. Mas enquanto sonho, tudo é tão real como quanto a realidade pode ser.

Quero adormecer, deixem-me ao menos sonhar - a minha vida são os meus sonhos, é a vogante vontade de amar. Não sei ser feliz, mas quando vedo os olhos e te vejo na escuridão não preciso saber... Morrerei quando acordar!

1 comment:

. said...

.|. (Finalmente, um pequeno contributo meu...)