2011-06-13

Etiópia e o nosso verão



Ah, Etiópia, antiga Abyssinia, país conhecido pelas suas guerras, piratas, fomes e secas. Sem governo, sem lei, é um país de tal forma desgovernado que mesmo sem exército consegue manter as sua independência e fronteiras, porque simplesmente, ninguém quer aquilo.

O que têm a Etiópia a haver com o nosso verão ibérico?

Antes de mais, um recap:
21 de Março de 2010, o nosso conhecido Eyjafjallajökull expeliu 250 000 000 metros cúbicos de matéria para a atmosfera (cerca de 0,25 km3), parando o tráfego aéreo na Europa por quase 2 semanas.

Fastforward para o dia de hoje, esta madrugada (12 para 13), depois de uma série de sismos, entrou em erupção um vulcão na Etiópia. Não há imagens no local, mas rapidamente se avistou do espaço isto...



Trata-se da pluma do vulcão, de momento com perto de 1000km, o "rasto" visível da erupção. O vulcão em questão é muito mais fácil de pronunciar, Nabro, mas o problema para o nosso Verão (sobretudo para quem vai viajar) é que o Nabro não tem erupção alguma registada na história humana, logo, é a primeira vez que o ser humano vê este vulcão entrar em erupção.

Aqui o nabro tem um potencial de 550km3, e pensa-se que a sua formação se deu numa erupção de 20 a 100km3 de expulsão de material. Relembro que o nosso amigo islandês expeliu 0,25km3 de matéria.

O que é uma erupção de 20 a 100km3?



É a diferença entre mau e um desastre. Monte Tambora, 100km3 em 1815, fez com que não houvesse época quente em ambos os hemisférios em 1816, sendo o céu constantemente avermelhado.

Krakatoa em 1883, 20km3, deu origem ao famoso "Grito" devido aos céus vermelhos sobre a noruega

9 comments:

Anonymous said...

Poooooooooooooooooooooooooooorra.

Só que nós, felizmente, temos o factor Tuga, ou seja se p páis fosse uma carta Magic, seria:

- 0/1
- Portugal cannot be target of spells or abilities
- Portugal cannot attack or block
- Portugal is indestructible
- Tap: Portugal deals infinite damage to itself

E este comentário foi tão nerd q nem me vou identificar :D

Peres said...

Não precisas, só conheço um disco-barista (que grande palavra) que joga/jogava magic. Como isto é na etiópia ainda não chegou ao mainstream média, mas se for tão grande como se pensa vai ser noticia em breve.

Peres said...

Reparei agora que este vulcão é maior que a nossa serra da estrela, chi

ArabianShark said...

Peres, contando comigo, eu conheço dois disco-baristas que jogam/jogavam magic. Just saying...

Outras duas coisas que queria dizer:

Primeiro, então e os gatos abissíntios, não merecem o mesmo reconhecimento que as guerras, fomes e secas (piratas talvez não)?

Segundo, de acordo com o glossário do magic, provavelmente, Portugal seria:

Defender, Shroud.
Portugal is indestructible.
Portugal cannot block.
Tap: Portugal deals any amount of damage to itself.

For self proclaimed "heroes of the sea", this lot is surprisingly good at sinking...

0/1

Tenho dito.

Peres said...

Ha um problema na tua visão de portugal:

FMI casts "consuming vapor".

ArabianShark said...

Overkill, basta um simples édito.

Peres said...

Negative, eles têm de sugar o que pouco nos resta

Pedro F. said...

disco-barista é muito bom!!!

Sintra said...

SOU DISCO-BARISTA
SOU O MAIOR