2009-11-03

Unreal Tournament e PC's recentes

Ora bem, como todos nós gostamos de clássicos, aqui à uns dias a Lúcia decidiu passar-me um grande vicio dos meus antigos tempinhos do ensino básico, Unreal Tournament.

Infelizmente... Aquela merda não foi feita para os nossos actuais PC's (ah e tal, consigo renderizar uns mil frames por segundo...), e o resultado no meu belo desktop é o jogo fica estupidamente rápido...

Lembro-me do Sintra e o Goucha me dizerem que era preciso usar uns comandos especiais... procurei na net, mas digamos que nada funcionava, até que me lembrei dos Perfis de Aplicações da NVidia

Os drivers das gráficas da NVidia e da ATI, têm um sistema de perfis que permite quitar a placa gráfica, forçando um determinado setup, então foi o que fiz.

Criei um Perfil para o UT na minha GF8800 GTS, e claro, meti todos os settings ao máximo (Anti-Alising, Buffering, etc), e forcei alguns aspectos que são o mais importante!

- Vertical Sync -> ON (obrigar a gráfica a renderizar apenas os frames necessários para satisfazer a taxa de refrescamento do monitor, ou seja, 60FPS)

- Maximum pre-rendered frames = 1 (evita o que se pode chamar de "Lag" nos movimentos causado pelo delay entre a renderização dos frames e o input do rato e teclado)
- Multi-display/mixed-GPU acceleration -> Single display (só para evitar possíveis problemas) Tudo o resto, melhor qualidade possível!!!

O resultado, foi um UT com uma resolução de 1680x1050 a jogar a uma velocidade perfeita! :)
Um screenshot engraçado, com o UT a correr a uns 60FPS :) (stats em baixo)
Btw, a arma aparece meia esquisita porque eu tenho tendência já vinda do Q3A, de jogar com Fov de 130 e o UT não gosta muito disso...

11 comments:

Pedro Francisco said...

O GOTY edition acho que tem isso corrigido, mas pronto, ainda bem que conseguiste corrigir isso, eu não teria paciência acho...

Sintra said...

1 ON 1 RITE FOCKING NOW

katanas said...

OMG RRRRRRRRRRRRRRRRRRUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNNN!!!!!!!!!!!!

Djmcave said...

Isso nao tem consola com qq coisa tipo set maxfps 100 ? tipo quake ?

Sintra said...

Oh clay, o teu monitor não dá mais do que 60 Hz/fps?

Pedro Francisco said...

Djmcave: o problema é que a velocidade do UT1 non-GOTY é variável consoante o processador aumenta ou diminui de velocidade.

Claymore said...

O meu monitor é LCD :P e está fixo a 60Hz...

A gráfica obviamente que dá muito mais que 60FPS :p daí o vertical sync...

quanto ao max_fps, eu cheguei a experimentar isso mas sem sucesso, não me perguntes pk...

sei que funcionou bem assim, bloqueando pelos drivers da gráfica...


se conseguirem outras formas, postem :) Quanto mais simples, melhor!

Sintra said...

Nah, assim tá bom. Se o monitor não dá mais, não vale a pena mostrar mais fps, tanto que isso produziria tearing (e daí não sei se este fenómeno acontece em LCD).
Como o Goucha disse, o GOTY não tem esse problema do jogo correr demasiado rápido.

Djmcave said...

O problema com usar 60 fps e que a maior parte desses jogos antigos usam as frames para calcular a tua posicao no momento. para o quake 2 por exemplo o fps que querias era 90 e qq coisa. Se nao tivesses esse valor nao conseguias fazer alguns dos saltos, nao tinhas a frame na posicao mais alta :)

Claymore said...

Exactamente...
Esse problema é mais antigo que isso, já o Quake 1 sofria do mesmo problema, daí existir a regra de limitar do lado do servidor a 72 FPS's creio...

Isto impedia uns hacks gerados através de macros muito manhosos que lixavam completamente o jogo e davam cabo da estratégia...

Sintra said...

Acho que o UT não sofre desse problema, senão já teria ouvido falar.
O half-life também tinha esse problema, mas foi patchado há largos anos.