2009-08-27

Igreja da... Eutanásia!?

Quem é que ainda não tomou a sua DDR (Dose Diária Recomendada) de WTF? Então vinde cá, que este post contém,pelo menos, 125% da DDR de WTF.

Antes de mais nada, o site principal. Como podeis ver, trata-se de uma "igreja" que, conforme consta da página da sua história, foi fundada sobre a premissa de que um extraterrestre contactou um clérigo para lhe dizer que o planeta só se safa se a humanidade se sacrificar. E, por sacrificar, não quero dizer usar veículos capazes de performances menos impressionantes em troca de combustíveis menos polunetes, mas sim sacrificar no sentido bíblico, como em quinar, patinar, falecer, bater as botas ou ir desta para melhor. E, por humanidade, quero dizer absolutamente toda a gente. Logo, são uma (provavelmente a única) igreja que advoca o suicídio (controlo de população), o aborto (idem), a sodomia (porque não serve para fins reprodutivos) e o canibalismo (para aqueles que querem salvar o mundo e os seus animais, mas gostam de comer carne).

OK, agora aqui aparte, queria aqui salientar, faxavor, que isto aqui, que isto aqui, é uma igreja à séria, porque prefere recomndar que se faça o amor por vias travessas a que se usem profiláticos e/ou contraceptivos. Serious business...

E, na nota do conibalismo, foi exactamente este e-sermão (que está para os sermões convencionais como o e-mail está para o correio banal) acerca de como preparar uma pessoa para ser comida. Evidentemente, por preparar não quero dizer segurar-lhe a mão e dizer-lhe "Olha, agora vais ser comido(a). Não te rales, relaxa, respira..." e por comida não quero dizer nada sequer próximo do sentido de "Ó boa! Comia-te toda!". COmo aina só vamos a cerca de 87% da DDR de WTF, sugiro que analisemos algumas passagens seleccionadas do sermão com comentários meus (porque mais ninguém se voluntariou para comentar este guia passo-a-passo dos infernos - perdão, da Igreja da Eutanásia).

"(...) the complete rendering of the human carcass requires a fairly large amount of time, effort, and space. If the consumer does not wish to go through the ordeal of processing and storing the bulk of the entire animal, an easy alternative is as follows. Simply saw through one or both legs at the points directly below the groin and a few inches above the knee. Once skinned, these portions may then be cut into round steaks of the carver's preferred thickness, cut into fillets, deboned for a roast, etc." - Ora, ficais já a saber: se não quereis ter a maçada de esquartejar uma pessoa inteira (ou se não tendes assim tanta fome), o melhor é ficarem-se por umas coxinhas.

"We personally prefer firm caucasian females in their early twenties." - OK, pronto, neste ponto concordo com estes malucos, mas acho que não temos os mesmos propósitos em mente, de um ponto sde vista pragmático, pelo menos.

"Acquiring your subject is up to you. For best results and health, freshness is imperative. A living human in captivity is optimal, but not always available." - Realmente, essa mania que os humanos têm de não se deixarem capturar para serem comidos facilmente é chata, irritante e tem que acabar...

"Bleeding: Place a large open vessel beneath the animal's head. With a long-bladed knife, start at one corner of the jaw and make a deep "ear-to-ear" cut through the neck and larynx to the opposite side. This will sever the internal and external carotid arteries, the major blood vessels carrying blood from the heart to the head, face, and brain. If the animal is not yet dead, this will kill it quickly, and allow for the blood to drain in any case." - No próximo episódio de "Dexter"...

"The merits of keeping the skull as a trophy are debatable for two principal reasons. First, a human skull may call suspicious attention to the new owner. Secondly, thorough cleaning is difficult due to the large brain mass, which is hard to remove without opening the skull." - Então usar um crânio novo, assim, por exemplo, pendurado ao pescoço num colar dá nas vistas? Quem diria!?

"Removing the tongue and eyes, skinning the head, and placing it outside in a wire cage may be effective. The cage allows small scavengers such as ants and maggots to cleanse the flesh from the bones, while preventing it being carried off by larger scavengers, such as dogs and children." - Realmente, não há piores necrófagos que essas pestes das crianças. A sério, que puto é que se lembraria de roubar um crânio com carne ainda agarrada que tenha sido deixado aos vermes?

"The skin can be disposed of, or made into fried rinds. Boil the strips and peel away the outer layer, then cut into smaller pieces and deep-fat fry in boiling oil until puffy and crisp. Dust with garlic salt, paprika and cayenne pepper." Ora, uns torresmos de pessoa é que... não consigo acabar esta frase.

Quanto a vós não sei, mas quer-me parecer que é esta semana que vou passar a gostar de peixe.

Pax vobiscum atque vale.

9 comments:

Lúcia said...

Acho que vou ali vomitar e já volto...

Halloween said...

WTF IDD

lovers and loners said...

não sei ondé q descobrem estas pérolas.. mas un-fucking-believable!! awesome dude!!1 tou em êxtase..




tenho fome..
:drools:

Sintra said...

omg acho que perdi a vontade de almoçar

Claymore said...

E ainda falam mal do cristianismo...

não há dúvida que há muito boa gente neste mundo, com sérios problemas existenciais.

:S

katanas said...

Dass... okay... ou melhor - "OKAY!"

Acabei mesmo agora de comer torresmos... e leio isto.

n me sinto mt bem no fim de ler isto... sou sincero..!

Whats wrong with this people!!?!!1

Halloween said...

"E ainda falam mal do cristianismo..."

e falarei até ao fim dos meus dias.
Mas é melhor não entrar por aí...

lovers and loners said...

vocês são uns fraquinhos, bah.

ArabianShark said...

Se explorarem um bocadinho mais o site (coisa que eu não recomendo a mais ou menos ninguém), também hão de encontrar encorajamentos à urofagia e um ensaio pró-extremista-feminista tão idiota que me leva a rever a minha posição em relação à censura.