2012-07-31

Relvas - "Despacho atrasado"

Em Setembro de 2006, Miguel Relvas pediu que o seu percurso profissional fosse contabilizado na atribuição de créditos ECT para o curso de Ciência Política e Relacões Internacionais (CPRI) da Universidade Lusófona, ao abrigo do processo de Bolonha. Esse novo regime, que uniformizou as licenciaturas nos países da Europa, devia ser adoptado pelas universidades até 2010, mas podia ser aplicado a partir do ano lectivo de 2006-2007, desde que os despachos com os novos ciclos de estudos fossem publicados em Diários da República. Ora, a adequação do curso de CPRI da Lusófona aos critérios de Bolonha só foi publicado naquele órgão a 13 de Maio de 2008 - quase um ano após a conclusão da licenciatura do ministro Adjunto e dos Assuntos Parlamentares. Detalhe: o despacho 13.426/2008, assinado pelo reitor Fernando dos Santos Neves, tem data de 22 de Junho de 2006.



1 comment:

ArabianShark said...

OK, a sério, alguém que ande pelos lados de Aveiro tem que fazer o favor aqui à malta e indagar a que mais graduações temos direito, que eu estou convencido que, com jeitinho, ainda consigo o doutoramento sem mexer uma palha...