2012-06-25

EDP SU: preços sobem (bastante ?) em 2013 se não se escolher EDP Comercial (ou outro concorrente)


A liberalização do mercado de eletricidade em Portugal está em curso desde 2000 e irá entrar agora na sua fase plena, com a extinção gradual das tarifas reguladas para todos os clientes, conforme o seguinte calendário:
Calendário de extinção de tarifas
- A partir de 1 de julho de 2012 para os clientes de eletricidade com potência contratada igual ou superior a 10,35 kVA;

- A partir de 1 de janeiro de 2013 para os clientes de eletricidade com potência contratada inferior a 10,35 kVA.

Verifique a sua potência contratada nas faturas de eletricidade.

A partir das datas acima referidas deixará de ser possível realizar novos contratos com a EDP Serviço Universal. 
Os atuais clientes continuarão a ser abastecidos de energia pela EDP Serviço Universal, até escolherem um novo comercializador. Durante este período será aplicada uma tarifa transitória com preços agravados, fixa pela Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

Decreto-Lei 75/2012, publicado no Diário da República, 1ª série, de 26 de março de 2012.

Comercializadores de energia em Portugal

Para conhecer a lista completa de comercializadores em mercado livre consulte www.erse.pt ou www.dgge.pt.

Os atuais clientes da EDP Serviço Universal poderão optar por celebrar um novo contrato com a EDP Comercial (empresa do Grupo EDP que fornece eletricidade e gás em mercado liberalizado) ou com qualquer outro comercializador a operar em Portugal.
asdadasdsadas

citado de Extinção das tarifas reguladas de eletricidade (EDP).


Não será descabido acreditar que os preços vão subir. Pessoal que mora em Portugal, já têm estratégia de migração definida? Vão ficar pela EDP com preços agravados, pela EDP com tarifa liberalizável, esperar para ver.... ?

2 comments:

Peres said...

Yep, já me estive a informar, e até agora, foi isto que vi:

EDP comercial: Oferece 2% de desconto em relação ao que pago agora. Revisão de preços anual até 2015, onde passa para mercado 100% livre (tipo gasolina e gasóleo agora).

GALP: Oferece 2% de desconto, mas sobe para 8% de desconto se eu pagar X euros mais por mês (e ganho acesso a uns seguros fraquitos) Mas depois de fazer as contas, os 8% não compensam os X euros por mês, e ia passar a pagar mais do que pago agora! Atenção! De notar que a GALP está para meter um tarifário (ainda não disponível para mim) de gás+luz com descontos grandes. A ver...

As restantes: em 2 das hipóteses da concorrência fui atendido por espanhóis que mal me entendiam, desliguei depois de ver que não havia seguer o esforço de meter um call center na mesma língua.
As restantes só tinham soluções para clientes empresariais.


Ou seja, a minha opinião (informada) é:
Até 2013 mudem para ou EDP ou GALP. Mas atenção na GALP, façam as continhas e vejam se não vão ser roubados com os 8% + mensalidade extra.

Pedro Francisco said...

Obrigado! Tenho de ver isso! Tenho também de ver se consigo migrar facilmente de um para o outro (as in, não ter de rescindir para criar outro contrato, poder migrar sem ficar sem eletricidade...)