2012-04-06

Vodafone banda larga móvel, porta 80 e compressão de imagens em GPRS

Aparentemente se pegarem no vosso IP externo da vossa BLM (Banda Larga Móvel) da Vodafone e forem a um site como

Ser-vos-á dito que têm a porta 80 aberta.

  • telnet IP 80
  • netstat -an
  • http://IP:80 

Dir-vos-ão que a porta está fechada. Não sei que será, deve ser algo manhoso de aceleração. O site http://www.seoconsultants.com/tools/headers determina os headers como sendo:
#1 Server Response: http://IP HTTP/1.1
504 Gateway Time-out
Server: WebProxy/5.2
Date: Thu, 05 Apr 2012 20:38:07 GMT
Content-Length: 0
Connection: keep-alive

O que dá alguma credibilidade é teoria de ser alguma manhosice de aceleração. Mais alguém já reparou nessa "feature" da BLM http://forum.zwame.pt/showthread.php?t=610379 .


Já agora, chamo também aos felizes possuidores da BLM a atenção para o site http://1.2.3.50/ups/ que vos permite fazer nada. Mas caso as imagens nos vosso telemóveis Vodafone vos aparentem estar a ser comprimidas e/ou um Javascript manhoso a ser carregado, se houver hipótese de desativar isso (cujo propósito é poupar a vocês e à Vodafone largura de banda), será nesse URL (provavelmente apenas em alguns APN é que terá opções).

2 comments:

Peres said...

Ou seja, a porta 80 ou está aberta ou fechada, e no fim temos um link para um site que permite "fazer nada"? :p

Pedro Francisco said...

Estava a fazer dump do que sei da rede da Vodafone, visto que pode ser útil a mais alguém :p
Pontos a reter disto: porta 80 é normal e é do lado do ISP, não do vosso PC, nothing to worry about.
A Vodafone usa tecnologia de aceleração da Bytemobile que está aparentemente desativada para pens BLM; apesar disso a infra-estrutura está lá, como se pode ver pelo facto daquele URL funcionar.

Basicamente: a Vodafone usa manhosices para poupar tráfego que não estão documentadas em lado nenhum. Essas manhosices incluem: Bytemobile, qualquer coisa chamada WebProxy e ainda tecnologia tipo Akamai que permite redireccionar tráfego pesado (e.g., Youtube) para um servidor interior à rede da Vodafone, de maneira semelhante a um proxy transparente inteligente.

Sim, o post contém pouca informação para quem o lê, mas a ideia era mesmo que aparecesse a quem pesquisasse por informação semelhante pelo Google.

Depois tenho de publicar um sobre a ZON, mas primeiro tenho de descobrir se a porta de administração do ZonHub está acessível a partir da Internet ou se só dentro da rede deles...