2012-01-29

Usenet; Flame Warrior Roster

Há muito tempo atrás, antes do Facebook e amigos, antes de tudo o que se faz na Internet ser feito apenas com um browser, havia a Usenet.

Essa civilização quase desapareceu sob as toneladas de spam e derrotada pela facilidade de utilização do browser.

Apesar disso subsiste. E algumas dessas pessoas mantêm guias dinossáuricos que acumulam anos e anos de experiência de estudo da personalidade humana quando esta se encontra protegida pela distância e por um ecrã.


Apresento-vos, o Flame Warrior Roster. Aqui poderão encontrar descritas dezenas de personalidades que encontrarão mais cedo ou mais tarde na Internet, longe da simplicidade que hoje se encontra ao descrever alguém fora do comum como um simples troll. Porque a realidade, meus senhores, é muito mais complexa. Convido-vos a ler.





Num outro ponto, convém notar que creio que a Usenet surgiu como meio de troca de ideias. Ao invés de um meio de discussão tipo Master e Slave, como blogs, Twitter e outras redes sociais, em que temos o autor do post que larga lá a sua posta e eventuais respostas têm relevância inferior (por estarem escondidas, necessitarem de um clique, aparecerem de forma mais discreta), aqui é como uma troca de e-mails. A única distinção entre autor e os outros é que o autor aparece primeiro. Um meio portanto propício à troca de ideias, quando as pessoas se sabem comportar. Infelizmente tal não acontece desde o Setembro Eterno.
Mesmo assim é possível encontrar alguns grupos que não foram vítimas de uma aniquilação pela presença de pessoas mal comportadas ou totalmente infestados por Spam (coisa que me deixa muito curioso para perceber como foi possível -- o spam existe mesmo em muita quantidade na Usenet levando a que muitos grupos tenham apenas spam).

Deixo-vos um screenshot. Reparem que coisas que já passaram por aqui são referidas lá, como o custo das energias renováveis na factura da electricidade.








Depois de ter escrito a quase totalidade do artigo é que me apercebi de duas coisas.
A primeira é que provavelmente 90% das pessoas naquele grupo na verdade usam a interface do Google Groups para a Usenet, contribuindo portanto para o meio sem ter noção de que meio é.
A segunda é que coisas como o Reddit são uma reimplementação das ideias da Usenet nos tempos modernos. São tópicos de discussão de onde dependendo das pessoas e dos moderadores pode sair algo fenomenal ou horrendo.

Talvez, no fundo no fundo, a Usenet ainda esteja viva...




2 comments:

Peres said...

Ha, bem giro o link.

Quanto a usenet.... acho que está naquele estado de "carneiro mal morto"

Sintra said...

See "flame warrior", expect flame wars.
Disappointment ensues.