2010-07-28

Afinal sempre houve resposta para o "porquê?" das crianças

A melhor resposta para dar às crianças quando mandamos fazer qq coisa e nos perguntam PORQUÊ mãe/pai...


MÃE:      VAI JÁ ARRUMAR O TEU QUARTO?
FILHO:    Não vou!
MÃE:       Tens de ir! Eu estou a mandar!
FILHO:    E porque é que tenho de fazer o que tu dizes?
MÃE:       Está no Código Cívil Português, ARTIGO 128º .


(ARTIGO 128º - Dever de obediência)
Em tudo o quanto não seja ilícito ou imoral, devem os menores não emancipados obedecer a seus pais ou tutor e cumprir os seus preceitos.


(recebido por mail)

4 comments:

Sintra said...

Forte, muito forte.

ArabianShark said...

Ilícito é simples, mas quem é que decide o que é imoral? Está bem que mandar as crianças fazer companhia ao Bibi está, garantidamente, fora da questão, mas, de acordo com a corrente de pensamento do objectivismo, a caridade é imoral (ou, pelo menos, anti-ética). Se no Domingo mandares o teu catraio colocar uma moedinha no cestinho das esmolas da igreja, até que ponto é que ele tem que obedecer?

Ou, para esse efeito, por que é que o hás de ter levado contigo à missa?

Espera lá, tu foste à missa?

OK, pronto, mais vale ir arrumar o quarto.

Sintra said...

O imoral é determinado pela religião predominante.
Sempre foi, provavelmente nem sempre o será.

ArabianShark said...

Alto, que, por esse racional, ir fazer companhia ao Bibi não é imoral, desde que a papá ou a mamã estejam a dar ordns à filha e que o Bibi esteja a usar sotaína...